Página Inicial   >   Colunas

Vegetariano ma non troppo Vegetariano ma non troppo

02/08/2013 por Roberto Delmanto

 

O grupo de jovens advogados frequentava a mesma academia de yoga. Nela, fizeram amizade com um professor que, apesar de muito moço, era dos mais competentes.

Vegetariano radical, não comia carne, mesmo branca, nem peixe e evitava sempre qualquer derivado de animal, como ovo, queijo e leite. Para compensar, a exemplo de certos hindus, tomava mensalmente proteínas.

Não se cansava, entretanto, de apregoar as vantagens físicas, mentais e espirituais do vegetarianismo, inclusive para melhor desempenho profissional e ... sexual, tentando convencer seus alunos a adotá-lo.

Um dos advogados resolveu convidar o grupo para passar um fim de semana em sua casa de campo. Convidou também o professor de yoga.

Antes de viajar os bacharéis compraram verduras e frutas, para o rapaz, mas não deixaram de comprar, para eles próprios, diversos tipos de carne, pois não queriam abrir mão do churrasco.

No sábado, após uma longa caminhada, o almoço foi servido. Ao lado de uma variada salada, as carnes assavam na churrasqueira, chegando ao ponto certo e exalando convidativo cheiro.

Os olhos do jovem mestre se arregalaram e ele, subitamente, avançou em direção ao churrasco. Foi o que mais comeu, incansavelmente, para o espanto dos demais.

O instinto, de repente, superara a razão. O rapaz revelou-se, afinal, vegetariano mas não demais, ou como diriam os italianos, vegetariano ma non troppo...

Comentários

BEM-VINDO À CARTA FORENSE | LOG IN
E-MAIL:
SENHA: OK esqueceu?

ROBERTO DELMANTO

Roberto Delmanto

Advogado criminal, é autor dos livros Código Penal Comentado, Leis Penais Especiais Comentadas,
A Antessala da Esperança, Causos Criminais e Momentos de Paraíso - memórias de um criminalista, os três primeiros pela Saraiva e os demais pela Renovar.

EDIÇÃO DO MÊS

Reforma Previdenciária - Importantes Reflexões

NEWSLETTER

Receba nossas novidades

© 2001-2016 - Jornal Carta Forense, São Paulo

tel: (11) 3045-8488 e-mail: contato@cartaforense.com.br